Menu
Atualizado em 16/05/2019 às 12h00

Governo vai priorizar grandes cidades na ampliação do horário de atendimento de unidades de saúde

O programa terá investimento de R$ 150 milhões. Unidades de saúde terão que abrir no horário de almoço e à noite. Municípios não serão obrigados a aderir, mas recursos serão dobrados para quem quiser participar do programa. Postos de saúde tem atendimento estendido em Olinda

Pedro Morais/Prefeitura de Olinda/Divulgação

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, assinou nesta quinta-feira (16), durante evento em Brasília, uma portaria que traz as novas diretrizes para a ampliação do atendimento na atenção primária.

O programa terá investimento de R$ 150 milhões e vai priorizar os grandes centros urbanos (cidades com mais de 500 mil habitantes).

Segundo o ministério, 2.289 unidades de saúde estão aptas a participarem do programa. O número abrange 400 municípios brasileiros.

O objetivo é abrir até 1 mil unidades em horário ampliado este ano, 1,3 mil em 2020 , 1,7 mil em 2021 e 2 mil em...


Continuar lendo...
Autor/Fonte: Globo.com

Brasil

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS