Menu
Atualizado em 15/05/2019 às 13h20

Professora da UFCG é primeira mulher paraibana na Academia Brasileira de Literatura de Cordel

Rosilene Alves é professora no campus da UFCG em Cajazeiras, no Sertão. Pesquisadora há 30 anos, ela vai ocupar cadeira pertencente ao folclorista Câmara Cascudo, destinada àqueles que contribuem para a pesquisa e difusão do cordel no Brasil. Paraibana Rosilene Alves, de Campina Grande, é pesquisadora de Literatura de Cordel no Brasil já 30 anos

Reprodução/TV Paraíba

Uma professora da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) é a primeira mulher paraibana a ocupar uma cadeira da Academia Brasileira de Literatura de Cordel (ABLC). Campinense e professora de história no campus da UFCG em Cajazeiras, no Sertão da Paraíba, Rosilene Alves de Melo é pesquisadora da literatura de cordel há 30 anos.

A posse da pesquisadora, que aconteceria nesta quarta-feira (15), na sede da ABLC, no Rio de Janeiro, foi adiada devido à paralisação nacional nas instituições públicas de ensino no país. Segundo Rosilene, a nova data de posse...


Continuar lendo...
Autor/Fonte: Globo.com

Brasil

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS