Menu
Atualizado em 15/04/2019 às 07h59

Inexperiência da base e estratégia da oposição atrasam reforma da Previdência



"A partir de agora, bandido vai andar desarmado, para o seu pavor. E a polícia vai andar armada e o cidadão de bem também armado. Vem um novo Brasil aí, o PSL vota sim!", gritou o deputado Bibo Nunes (RS) durante sessão da CCJ (Comissão de Constituição e Justiça). 



A fala, que começou como uma provocação à deputada Maria do Rosário (PT-RS), terminou em gritos e uma crise de riso no plenário. Isso porque, logo depois do assertivo voto sim, Nunes voltou atrás: "Não, não, não, não!". 



Parlamentares favoráveis à reforma avisaram que ele havia orientado o partido do presidente a tirar da pauta da comissão o projeto da reforma da Previdência enviado à Câmara por Jair Bolsonaro.

Leia mais (04/15/2019 - 08h00)


Continuar lendo...
Autor/Fonte: Folha UOL

Brasil

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS