Menu
Atualizado em 15/03/2019 às 00h00

'Processo com base em achismos', defende advogado de Evandro Wirganonicz no júri do Caso Bernardo

Irmão de Edelvânia Wirganovicz responde por homicídio e ocultação do cadáver, de acordo com MP. Defesa rebate as acusações e critica o que chama de 'processo tapado de erros'. Luis Geraldo dos Santos defende Evandro Wirganovicz

Divulgação/TJ-RS

A defesa de Evandro Wirganovicz fechou o quarto dia de julgamento do caso Bernardo, nesta quinta-feira (14), em Três Passos, Norte do estado. Luis Geraldo dos Santos, advogado do réu, contesta as teses do Ministério Público de que o irmão de Edelvânia Wirganovicz tenha ajudado a cavar a cova em que o menino foi enterrado, após ser morto pela madrasta Graciele Ugulini e Edelvânia. "Processo com base em achismos", resumiu o advogado.

Evandro é acusado de homicídio e ocultação de cadáver. "Para isso, ele tinha que saber que iam matar o Bernardo. Tenho um laudo que diz que, para ele, a morte do Bernardo foi uma surpresa", afirmou o advogado sobre a primeira acusação.


Continuar lendo...
Autor/Fonte: Globo.com

Brasil

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS