Menu
Atualizado em 15/03/2019 às 10h00

Justiça determina bloqueio de até R$ 1,3 milhão em bens do prefeito de Rolândia

Luiz Francisconi Neto (PSDB) é réu na Operação Patrocínio, que investiga o pagamento de propina por parte de empresas em troca de alterações de contrato com a prefeitura. Justiça ainda determinou bloqueio de bens de empresas e mais sete investigados. Prefeito de Rolândia, Luiz Francisconi Neto (PSDB), é réu na Operação Patrocínio

Reprodução/RPC

A Justiça determinou o bloqueio de até R$ 1.313.038,10 em bens do prefeito de Rolândia, no norte do Paraná, Luiz Francisconi Neto (PSDB). A determinação atende a um pedido do Ministério Público do Paraná (MP-PR) que investiga o pagamento de propina por parte de empresas em troca de alterações de contratos com a prefeitura. A decisão é de quarta-feira (13).

O prefeito, secretários municipais, servidores e empresários foram alvo da Operação Patrocínio, no dia 10 setembro de 2018, pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e do Grupo...


Continuar lendo...
Autor/Fonte: Globo.com

Brasil

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS