Menu
Atualizado em 12/02/2019 às 18h00

Tremembé adia volta às aulas e sindicato acusa manobra para contratar professor

Alteração na lei sobre contratação de servidor temporário vai ser votada em sessão extraordinária nesta terça-feira (12). Vereadora cobra esclarecimento de critério para contratar educadores em 2019. Câmara de Tremembé colocou na pauta mudança na lei de contratação de servidores

Divulgação/Câmara de Tremembé

A Câmara de Tremembé convocou uma sessão extraordinária, na noite desta terça-feira (5), para votar uma alteração na lei para restringir a contratação de servidores temporários. O Sindicato dos Servidores Municipais e a oposição apontam que a medida é uma manobra da prefeitura para contratar indicados e cobram o esclarecimento dos critérios para contratação de professores em 2019. A volta às aulas já foi adiada duas vezes.

O atraso ocorreu depois que prefeitura suspendeu o processo seletivo para contratar os educadores por causa da abertura de inquérito pelo MP, após suspeita de irregularidades....


Continuar lendo...
Autor/Fonte: Globo.com

Brasil

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS