Menu
Atualizado em 12/02/2019 às 18h00

Homem preso por engano acusado de participar do assalto ao Banco Central ganha indenização de R$ 30 mil

A vítima, que não teve o nome divulgado, foi detida quando foi participar de uma audiência previdenciária em Palmas. Ele ficou preso por 10 dias até o erro ser descoberto. Homem foi preso por engano ao participar de audiência na Justiça Federal em Palmas.

Cassiano Rolim

Um homem que ficou preso por engano durante 10 dias ganhou indenização de R$ 30 mil da Justiça Federal no Tocantins. Ele foi detido em Palmas em novembro de 2017 acusado de participar do assalto ao Banco Central de Fortaleza (CE). O erro ocorreu porque ele tinha o mesmo nome de um dos suspeitos.

No momento que o cadastro foi feito no Banco Nacional de Mandados de Prisão, houve uma confusão. O CPF do homem inocente e o nome da mãe dele foram inseridos como sendo os do suspeito. Quando o homem foi participar de uma audiência previdenciária na Justiça Federal em Palmas a Polícia Judiciária encontrou o mandato e fez a prisão.

O juiz federal Walter...


Continuar lendo...
Autor/Fonte: Globo.com

Brasil

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS