Menu
Atualizado em 11/02/2019 às 21h59

Receita reconhece apuração sobre Gilmar, mas nega investigação formal



A Receita Federal reconheceu nesta segunda-feira (11) que o ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Gilmar Mendes foi alvo de apuração preliminar interna no órgão. Em nota, o fisco ponderou que não pactua com "ilações de práticas de crimes" e disse que não há procedimento formal de fiscalização sobre o magistrado.

Leia mais (02/11/2019 - 21h03)


Continuar lendo...
Autor/Fonte: Folha UOL

Brasil

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS