Menu
Atualizado em 11/02/2019 às 20h20

Goleiro Bruno é condenado por falta grave e só deve ter direito a progressão de pena em 2023, diz defesa

Decisão foi tomada em cima de denúncia por encontro com mulheres em suposto bar em Varginha; advogado diz que vai recorrer. Bruno se apresenta à polícia no Sul de Minas, mas é liberado por falta de mandado

Reprodução/TV Globo

O goleiro Bruno Fernandes das Dores de Souza foi condenado por uma falta grave e só deve obter o direito à progressão de pena para o semiaberto em 2023, diz a defesa do jogador. A decisão foi publicada nesta segunda-feira segundo o advogado Fábio Gama, que afirmou ainda que vai recorrer.

Bruno, que está preso em Varginha (MG), foi condenado em um processo que analisou a denúncia de que ele havia tido um encontro com mulheres e bebidas alcoólicas em um suposto bar da cidade. Apesar do goleiro ter sido absolvido no Processo Administrativo Disciplinar (PAD) interno do presído, a decisão da 1ª Vara Criminal e de Execuções Penais de Varginha é jurídica, portanto superior, e deve ser aplicada no atestado...


Continuar lendo...
Autor/Fonte: Globo.com

Brasil

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS