Menu
Atualizado em 12/01/2019 às 14h00

Vigilante mata ex-cunhada e depois tira a própria em Balneário Camboriú, diz PM

Ele chegou a ser preso em dezembro por descumprir medida protetiva contra a ex-companheira, mas foi solto após audiência de custódia, segundo a Polícia Militar. Um vigilante autônomo de 36 anos matou a ex-cunhada e depois tirou a própria vida numa casa na madrugada deste sábado (12) no Centro de Balneário Camboriú, no Litoral Norte, informou a Polícia Militar. Os dois morreram a tiros. Ele já tinha sido preso por descumprir medida protetiva contra a ex-companheira, irmã da mulher assassinada, disse a PM.

Os policiais militares forma acionados para atender uma ocorrência de disparo de arma de fogo. Ao entrarem na residência, encontraram no piso superior da residência Silvana Pereira, 44 anos. Em outro cômodo, foi localizado o corpo de Leomar da Silva, 36 anos, por cima de um revólver calibre 38 com numeração raspada.

O Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e constatou as mortes. O Instituto Geral de Perícias...


Continuar lendo...
Autor/Fonte: Globo.com

Brasil

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS