Menu
Atualizado em 18/09/2018 às 19h00

Mesmo com lei que regulamenta serviço, mototaxistas seguem na informalidade em Poços de Caldas, MG

Lei foi criada em 2006, mas empresários e mototaxistas alegam barreiras da prefeitura para regularização. Mesmo com lei que regulamenta serviço, mototaxistas seguem na informalidade

A prefeitura de Poços de Caldas (MG) tem encontrado dificuldades para regularizar mototaxistas na cidade. A lei que regulamenta o serviço de mototáxi na cidade é de 2006. Mas mesmo depois de 12 anos, nenhum profissional se regularizou junto à prefeitura e todos seguem informais.

Motociclistas e empresários alegam que a lei tem muitas exigências, que tornam inviável a formalização. A lei determina, por exemplo, que as motos não podem ter mais de cinco anos de fabricação. Ainda limita a quantidade de profissionais ao dizer que, a cada mil habitantes, o município pode emitir apenas uma licença.

Os custos para quem quer se regulamentar, segundo um motociclista, chegam a R$ 300, incluindo cursos, abertura de empresa e equipamentos de segurança. Para...

Continuar lendo...
Autor/Fonte: Globo.com

Brasil

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS