Menu
Atualizado em 14/09/2018 às 09h40

MPRR quer exigir que prefeitura  monitore o número de imigrantes em situação de rua em Boa Vista

Ministério Público justificou o pedido por conta do crescente fluxo de venezuelanos que chegam a Roraima. Prefeitura disse que ainda não foi notificada da ação. Com abrigos cheios, imigrantes dormem debaixo das marquises de lojas no entorno da praça Simón Bolívar

Emily Costa/G1 RR/Arquivo

O Ministério Público de Roraima (MPRR) informou nessa quinta-feira (13) ter ingressado com uma ação civil pública para exigir que a prefeitura de Boa Vista apresente e execute um programa de monitoramento trimestral de moradores em situação de rua na capital.

Segundo o MP, a medida é necessária por conta do grande fluxo de imigrantes que fogem da crise econômica, política e social vivenciada pela Venezuela rumo ao Brasil.

Em média, 500 venezuelanos entram no país diariamente por Pacaraima, na fronteira. Alguns seguem viagem, mas outros não tem para onde ir e se espalham pelas ruas da cidade.

Só na última...


Continuar lendo...
Autor/Fonte: Globo.com

Brasil

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS