Menu
Atualizado em 18/07/2018 às 21h20

Portos de Itajaí e Navegantes buscam alternativas para dificuldades com greve dos caminhoneiros e embargos

Exportação de carnes caíram pela metade. Montadora norte-americana e maior espaço para manobras de navios são opções. Portos de SC buscam alternativas para manter fluxo de exportação

Os portos de Itajaí e Navegantes, no Litoral Norte catarinense, buscam alternativas para as dificuldades enfrentadas neste ano com a greve dos caminhoneiros, em maio, e os embargos a frigoríficos por parte da União Europeia. Uma montadora norte-americana e mais espaço para navios fazerem manobras podem trazer resultados positivos.

Impacto nas exportações

Desde a cerâmica produzida no Sul do estado até os suínos criados no Oeste e as malhas fabricadas no Vale do Itajaí, 61% de tudo que é produzido em Santa Catarina é exportado, sai pelo Complexo Portuário de Itajaí.

A greve dos caminhoneiros dificultou a entrada e a saída de produtos. Com os embargos da União Europeia, a exportação de carne bovina caiu 52%, a de frango, 46% e a de...


Continuar lendo...
Autor/Fonte: Globo.com

Brasil

Notícias Relacionadas

ÚLTIMAS NOTÍCIAS